Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 03 de Abril de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Passeios e integração à moda campeira

, 11 de junho de 2016 às 9h30

Arroio do Meio – Faz aproximadamente um ano que uma turma de trabalhadores de Picada Arroio do Meio e arredores, resgatou uma modalidade campeira de se divertir com os filhos e netos, e de se integrar com pessoas de comunidades vizinhas.

Nos sábados de tempo bom, ainda pela manhã combinam entre si o rumo da aventura. Um pouco depois do almoço, trajam a indumentária gaúcha, selam os cavalos e seguem em caravana troteando e contemplando a natureza.

A tropa é comporta por meninos com idade a partir de três anos, acompanhados por pais, avós e familiares, que cavalgam em aproximadamente 13 cavalos e uma charrete para dar suporte a eventuais imprevistos.

Os roteiros variam. As localidades mais visitadas são: Linha 32, Forqueta, Cairu, Bicudo, São Luis, Canudos, Rui Barbosa, Arroio Grande e Dona Rita. Lá procuram estabelecimentos onde possam jogar conversa fora e farrear com cantoria juntamente com pessoas das localidades. Já as crianças praticam outras brincadeiras entre si.

O hobby é uma forma de envolver os filhos em um entretenimento saudável em atividades de disciplina que não geram preocupações de segurança sociais. “É a diversão para a gurizada e nós pais sabemos onde nossos filhos estão. Eventualmente participamos de rodeios, mas só quando ocorrem aqui no município”, contam.

Edomar Henz, se diz apaixonado por cavalos desde os 14 anos de idade. “Sempre gostei mais do que de motocicleta. Precisei vender um dia, pois minha mãe acreditava que poderia ser perigoso para meus irmãos mais novos. Mas depois arranjei um novamente, e nunca mais me desfiz. Meu filho Vitor, também tem o próprio cavalo e não aceito a troca por um computador. Alguns confundem nossa espontaneidade com loucura, mas adoramos isso”, revela.

No grupo também há artistas. Os gaiteiros Ademar Hammes Fuchs, Adair Schmitz e seu filho João Pedro, de apenas 4 anos, fazem a alegria dos companheiros e amigos tocando músicas germânicas, gauchescas e sertanejas. Ainda fazem parte da grupo Sírio de Souza, Itamar de Souza, André de Souza, Regis Friedrich, Afonso Schmitz, Guilherme Schmitz, Luiz Arnhold, e familiares. Entre amizades recentes estão: Elmo Royer, Danilo Hammes e Oscar Friedrich.

Por daiane