Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 21 de Outubro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Loteamento Econômico recebe os primeiros moradores

, 6 de março de 2016 às 10h30

Arroio do Meio – Já está devidamente instalado o primeiro morador dentre os 23 beneficiados do Loteamento Econômico Dona Rita/São Caetano. Feliz, o industriário Ricardo Lay, 47 anos, recebeu essa semana a visita do prefeito Sidnei Eckert, secretário de Planejamento Henrique Meneghini e servidora responsável pelo cadastramento do Programa Habitacional, Cintia Gräff. Orgulhoso, mostrou sua nova casa de 50m², com sala, cozinha, banheiro, quartos e um jardim em construção. Há poucos dias instalado, Lay comemora a conquista da casa própria, após anos pagando aluguel. “Isso significa tudo para mim, é um sonho realizado”, afirma. “Seria complicado demais eu conseguir a minha casa própria se não fosse dessa forma, acho que nem teria como”, analisa.

Além de Lay, mais 13 beneficiados já assinaram os contratos junto à instituição bancária ou estão em fase de aprovação. Os lotes foram sorteados em janeiro de 2015, beneficiando 23 famílias com terrenos ao valor simbólico de custo – R$ 14.435,00. “A gente fica extremamente feliz em ver a felicidade dessas pessoas realizando o sonho da casa própria. Um projeto feito com muito planejamento, pensando no bem-estar do nosso cidadão e no crescimento ordenado do nosso município”, afirma o prefeito.

Parceria

O loteamento foi viabilizado a partir de uma parceria entre Administração Municipal e proprietário da área de 21.787,12 m², a partir da Lei nº 2.894/2010, autorizando a instituição do Programa Habitacional de Loteamento Residencial. Em face dos serviços de infraestrutura executados pelo Poder Público no local, num investimento de cerca de R$ 400 mil, os proprietários cederam 28 lotes ao município, com 230m² cada. O projeto também permitiu a regularização de lotes que se encontravam em situação irregular na área que originou o loteamento. Ao todo, 109 famílias se cadastraram no Centro de Referência da Assistência Social, das quais, 80 foram pré-classificadas, de acordo com requisitos estipulados em edital de credenciamento, considerando renda familiar de até três salários mínimos, residência há mais de cinco anos no município e tempo comprovado de emprego fixo, entre outros.

Por daiane