Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 08 de Dezembro de 2019

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Saúde

Entenda as causas e tratamento da dor no meio das costas

, 5 de fevereiro de 2016 às 6h00

Dorsalgia é aquela dor na região no meio das costas, ao longo da coluna “dorsal” ou “torácica”. Em sua anatomia, encontramos 12 vértebras torácicas e 12 pares de costelas em cada lado, formando uma forte caixa torácica, que protege nossos órgãos, dentre eles o coração e os pulmões.

Principais causas da dorsalgia

Conforme o quiropraxista Ândreo Stürmer, normalmente a dor é proveniente de músculos, articulações, nervos, ossos ou outras estruturas próximas à coluna torácica. “Dentre as causas, podemos citar as de natureza traumática: é o caso de distensões musculares, fraturas ou contusões na região dorsal, atividades em posições inadequadas, esforço físico exagerado ou quedas degenerativas: quando ocorre a degeneração dos corpos vertebrais, discos intervertebrais e facetas-articulares, normalmente, em virtude do envelhecimento natural; falta de exercícios físicos e alongamentos e tumores pois alguns deles (malignos ou benignos) podem contribuir para o surgimento de dorsalgia”.

Além da dor, a dorsalgia pode ser acompanhada por outros sintomas, como a dificuldade para respirar, sensação de “pontadas” no tórax e queimação nas costas.

Diagnóstico e tratamento

Ândreo alerta que antes de iniciar qualquer tratamento, o profissional precisa obter um diagnóstico preciso do quadro do paciente. “No exame é indispensável a avaliação da coluna, articulações dos ombros e exames de imagem, identificando a existência de deformidades, contraturas musculares e possíveis limitações de determinados movimentos. E, a partir dessa primeira etapa, o tratamento a ser empregado deverá levar em consideração o quadro específico daquele paciente e os fatores causais da dorsalgia”.

O tratamento varia de acordo com o tipo de estrutura que causou a dor torácica. Com exceção das desordens infecciosas e neoplásicas (tumor maligno), a quiropraxia apresenta excelentes resultados no tratamento de dorsalgia.

Nos processos inflamatórios da coluna torácica, é muito comum encontrarmos uma sequência de outras disfunções que se agravam com o decorrer do tempo e formam um ciclo vicioso onde notamos as seguintes situações: quando uma articulação passa a não exercer a sua função normal, os músculos envolvidos contraem demasiadamente, exigindo das estruturas estabilizadoras da coluna vertebral que inflamarão e provocarão os sintomas da dor ou desconforto.

“Um exemplo muito comum dessas disfunções são as articulações das vértebras com as costelas. Quando essa articulação não se encontra em equilíbrio, o paciente vai sentir uma dor pontual mais na região lateral da coluna, às vezes próxima da cintura escapular. Essa dor pode irradiar para a região cervical, causar dor de cabeça e dor ao longo do braço”, alerta.

O quiropraxista salienta que a dor é sempre um sinal de que algo está errado e quando o corpo percebe esta mensagem, reage com maior rigidez como tentativa de defender aquela estrutura, que neste caso, infelizmente, provoca agravamento da funcionalidade mecânica do corpo dando continuidade ao ciclo vicioso relatado anteriormente.

A quiropraxia tem o objetivo de anular este ciclo vicioso através das técnicas quiropráticas nas articulações com problemas, normalizando o funcionamento mecânico do corpo e consequentemente, reduzindo os sintomas de dor e inflamação.

Como prevenir

Procurar um quiropraxista para realizar uma manutenção periódica, exercícios físicos e alongamentos regularmente, uma boa hidratação e manter uma postura correta tanto no trabalho quanto no dia a dia. Esses cuidados ajudam a evitar essas dores incômodas na região dorsal.

Por daiane