Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 17 de Outubro de 2018

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Sábado de atrações para toda a família na Rua de Eventos

, 23 de outubro de 2015 às 8h39

Arroio do Meio – A manhã do sábado, 24, será de intensa programação na Rua de Eventos, onde ocorre a 13ª edição da Campanha de Descarte Ambientalmente Correto Jogue Limpo com Arroio do Meio e as tradicionais Feira do Produtor e do Artesanato. As atrações não param por aí. Quem passar pelo local entre 8h às 12h poderá adotar cães e/ou doar ração e utensílios de pet à Associação de Proteção aos Animais Arroio-menses (Apaam). Para os que gostam de arte, haverá exposição de quadros pintados em óleo sobre tela da jovem Grasieli Graf. Interessados em orientações sobre vagas de emprego e seguro desemprego poderão esclarecer dúvidas com servidores do Sine/FGTAS. O espaço contará ainda com profissionais da secretaria da Saúde e Liga Feminina de Combate ao Câncer, para verificação de pressão arterial e dicas sobre saúde preventiva. Ainda sobre prevenção, será apresentado o projeto educativo contra o abuso e a violência doméstica Quebrando o Silêncio. Para animar as crianças, os personagens da revista Nosso Amiguinho e o grupo Desbravadores Pérola do Vale participam do evento.

Quem tiver resíduos para descarte está convidado a participar do Jogue Limpo com Arroio do Meio. Serão recolhidos eletroeletrônicos, vidros de café e conservas em estado de reutilização, medicamentos vencidos, pilhas, baterias, óleo de cozinha usado, papel, papelão, plástico, jornais, revistas, garrafas pet, latas de alumínio, sucatas e lâmpadas fluorescentes (até cinco por pessoa física).

Em 12 edições, a Campanha promovida pela Administração Municipal, por meio do Departamento do Meio Ambiente, já recolheu mais de 1.650 celulares, 1.500 litros de óleo de cozinha, 1.200 quilos de papel, papelão, plásticos e garrafas pet, 980 televisores, 520 quilos de pilhas e baterias, 480 monitores, 360 CPUs, 220 impressoras, entre outros. “São toneladas de resíduos encaminhados para reciclagem, reaproveitamento e descarte apropriados, o que beneficia a sociedade como um todo, já que este material deixa de contaminar o solo, o lençol freático, rios e arroios”, explica o coordenador do Departamento do Meio Ambiente, Paulo Henrique Rubim Barbosa. O recolhimento do material é realizado por empresas especializadas no ramo, parceiras do município na causa.

Por daiane