Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 07 de Abril de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Obras

Forqueta recebe melhorias em abastecimento de energia e água

, 13 de setembro de 2015 às 10h00

Arroio do Meio – Na quarta-feira, a Associação de Água de Forqueta, em parceria com a subprefeitura, concluiu as obras de reforço de tubulação. Com o intuito de aumentar a vazão, foram colocados três quilômetros de canalização entre os poços instalados nos fundos da Igreja Evangélica, até a comunidade de Esperança. Além disso, foram adquiridas três novas bombas.

Foram investidos mais de R$ 65 mil em recursos próprios, além do serviço de máquinas feito pela subprefeitura. A intenção, de acordo com o presidente da entidade Dorli Schnack, tesoureiro Lotário Junken e o subprefeito Leandro Berwanger, é garantir o abastecimento nas próximas décadas.

A associação conta hoje com 517 sócios. Ao todo são cincos poços artesianos responsáveis pela vazão de 100 mil litros por hora. A taxa mínima é de R$ 21,75 mensais, que garantem o uso de 15 mil litros. O mês de dezembro é isento. “As obras foram necessários por causa do aumento de chiqueiros e aviários no distrito”, relevam.

ENERGIA – Na semana passada a Aes Sul promoveu melhorias na rede de energia elétrica em Linha Henrique Bitsch. Foram colocados 18 postes novos, reformados sete antigos, instalado um novo transformador, e uma rede de baixa tensão que ainda não tinha no local. A obra, que levou quatro dias, visa melhorar o fornecimento de energia fornecida, e atende 30 famílias. Foram investidos mais de R$ 100 mil.

SUPORTE – O subprefeito Leandro Berwanger, ainda salientou as terraplanagens que vem sendo feitas para construção de um freestall para 60 bovinos de leite na propriedade de Normélio Frantz, que terá estrutura com pré-moldados, e na construção de um chiqueiro para 500 suínos na propriedade de Auri Haas. Além disso será dado suporte para a construção de quatro casas por meio do programa de habitação rural do MPA, e duas casas particulares, sendo que uma precisa de 50 cargas de aterro. “Todos os empreendimentos receberão ligação da rede de água”, complementa.

Segundo Berwanger, as demais incumbências da subprefeitura, como serviços rotineiros, continuam sendo feitas mediante a ordem de relevância prevista na agenda de prioridades. “Os números evidenciam a efetividade nos atendimentos”, compara. O subprefeito atribui os resultados a mudanças na gestão.

“Se a necessidade de enterros de animais diminuiu até 60% é porque as pessoas estão buscando assistência técnica de melhor qualidade. Em contrapartida estamos melhorando os acessos até nas lavouras da região dos banhados em Forqueta Baixa, cuja parte do território é destinada à pastagens. Com isso os animais não precisam passar por território úmido, diminuindo as doenças de casco e mastites”, garante.

Por daiane