Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 23 de Janeiro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agricultura

Maior parte das sementes será usada em lavouras para a silagem

, 30 de agosto de 2015 às 10h00

As secretarias de Agricultura da região iniciaram neste mês a distribuição das sementes de milho do Programa Troca-Troca. O subsídio por parte dos municípios varia conforme a realidade e a política de incentivo de cada um. Em Arroio do Meio, Capitão, Marques de Souza, Pouso Novo e Travesseiro as sementes já podem ser retiradas pelos produtores. Em alguns casos, não são todas as variedades que estão disponíveis.

Em Arroio do Meio serão contemplados 781 produtores com 2.825 sacos de semente de milho safra/safrinha. Cada produtor tem direito a dois sacos por titular, mais um saco por participante do talão de produtor. Para ter direito ao benefício, o produtor deve passar pela aprovação do Conselho Arroio-meense de Desenvolvimento Rural (Conar) e se enquadrar na Agricultura Familiar.

O investimento do município na safra 2014/2015 foi de R$ 245 mil, valor que deve ser superado na safra atual 2015/2016. Em torno de 75% das sementes serão empregadas no plantio de milho para silagem, com foco na produção leiteira.

Em Capitão, a situação não é muito diferente. O secretário de Agricultura, Valmir Morcheiser, informa que 99% da semente adquirida pelo Troca-Troca será usada no plantio de lavouras para silagem. São 920 sacos, totalizando quase 19 quilos. Cada propriedade tem direito a usufruir de três sacos da semente subsidiada. Na safra 2014/2015 o município investiu R$ 72 mil. Hoje, o setor primário representa 94% da arrecadação do município.

Já em Pouso Novo, o investimento por parte do município foi superior aos R$ 23 mil na safra anterior. Nesta, o valor deve se aproximar, já que serão distribuídos 312 sacos de semente, com subsídio de 40%, beneficiando 250 famílias. A alimentação do gado leiteiro é o principal foco da produção. 80% das sementes serão empregados na safra de milho para silagem.

A silagem também será o principal fim dos 648 sacos de semente que foram encomendados na prefeitura de Marques de Souza. São mais de 300 propriedades beneficiadas com o programa Troca-Troca, adquirindo a semente agora e quitando o valor em abril do ano que vem. O município não dispõe de programa de subsídio às sementes do Troca-Troca.

Em Travesseiro a realidade não difere dos demais municípios. O secretário de Agricultura, Ildo Rodrigues Godói, informa que apenas 25% das sementes serão empregados para a lavoura de milho em grão e 75% para silagem. Foram encomendados 1160 sacos de semente, que vão beneficiar 330 propriedades, totalizando um investimento de cerca de R$ 42,5 mil.

Por daiane

Claiton Inácio Träsel, de Forqueta, Arroio do Meio, retirou nesta semana os três sacos de semente subsidiados. Se não fosse o Programa Troca-Troca, cada saco custaria em torno de R$ 270