Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 13 de Julho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Saúde

Alimentação equilibrada aliada a exercícios físicos propiciam emagrecimento saudável

, 23 de agosto de 2015 às 10h00

Um corpo sarado e bem definido é desejo de grande parte das pessoas, principalmente do sexo feminino. A corrida pelo corpo perfeito inicia quando se aproxima o verão, estação mais quente do ano, período em que partes do corpo ficam a mostra e, consequentemente, as academias ficam cheias.

Em Arroio do Meio há seis academias privadas. Três localizadas no Centro e outras três nos bairros Bela Vista, Aimoré e São Caetano. Mas a população pode praticar exercícios físicos sem pagar por isso, fazendo caminhadas e corridas ao ar livre ou até mesmo frequentando uma das quatro academias públicas do município. Elas estão localizadas na Área de Lazer no Centro, Rui Barbosa, São Caetano e Aimoré. Todas possuem os seguintes equipamentos de ginástica: esquiador duplo, cadeira bike dupla, abdominal duplo, simulador de percurso duplo, simulador de cavalgada, alongador de três alturas, espaldar (barra Fixa), pressão pernas duplo e prancha lateral dupla.

Combinação de dieta e exercícios

A nutricionista especializada em nutrição esportiva Gabriela Coelho, afirma que o sucesso de um programa de emagrecimento é uma dieta adequada, com controle de calorias e alimentos saudáveis. Isso garante um balanço energético negativo, condição na qual o gasto energético supera o consumo de energia. Três componentes influenciam o gasto energético: taxa metabólica basal (idade, sexo, massa muscular), gasto energético com o exercício físico (intensidade e duração) e energia gasta com o efeito térmico dos alimentos (digestão e absorção).

A nutricionista ressalta que a combinação de exercícios e dieta saudável propiciam um emagrecimento mais rápido, já que a prática regular de exercícios garante um aumento no gasto energético total, aumenta a adesão ao controle alimentar, regula a liberação de hormônios corporais e garante a manutenção da massa magra, propiciando uma maior oxidação de gordura.

Quando perguntada sobre quantos quilos pode-se emagrecer até a chegada do verão Gabriela diz que primeiramente é preciso corrigir o conceito errado de emagrecimento. Ela observa que perder peso definitivamente não é igual a perder gordura. “Aquelas pessoas mais impacientes, que acham que quanto mais rápido a perda de peso melhor, e que buscam dietas milagrosas, esquecem que a maior parte dessa perda ponderal terá sido de líquidos e massa magra. Para conseguir a redução de massa adiposa, é necessário consumir uma quantidade calórica que garanta a função normal do metabolismo, porém menor que o gasto energético”.

O emagrecimento varia de acordo com o estado nutricional em que o indivíduo se encontra, seu estilo de vida e suas individualidades. “Realizar um acompanhamento nutricional para adequar a sua ingestão alimentar ao seu objetivo, se torna fundamental para garantir a qualidade do emagrecimento”, frisa.

Ela chama atenção ainda para a alimentação. As refeições devem ser variadas e equilibradas, ricas em alimentos com proteínas, carboidratos integrais, saladas e frutas. “Fazer seis refeições ao dia auxilia na saciedade alimentar e evita a compulsão. Cuidar a quantidade de alimentos ingeridos em cada refeição é fundamental para evitar exageros”, cita.

Gabriela enfatiza que para emagrecer, o importante é estar ativo, aumentando o gasto calórico diário. O tipo de exercício praticado irá variar de acordo com a idade, estado de saúde e tempo de treinamento. Por isso, buscar orientação de um médico, nutricionista e preparador físico são estratégias fundamentais para garantir um emagrecimento adequado, melhorar a qualidade de vida e a saúde.

Aeróbica aliada à musculação

O proprietário da academia Vital que é formado em Educação Física e pós-graduado em Fisiologia do Exercício, Luciano Pretto, explica que nos últimos anos as pessoas têm buscado qualidade de vida praticando exercícios, durante o ano todo. Porém, é nos meses que antecedem o verão que a busca é maior. Nessa época a procura aumenta em 25%. “No verão a exposição do corpo é maior. Por isso, o objetivo da maioria das pessoas é o estético”, esclarece.

Pretto fala que o emagrecimento é relativo e depende de vários fatores associados como: biotipo, idade, alimentação, frequência e intensidade de treinamento e sono de qualidade, entre outros. Por isso, não se pode precisar quantos quilos uma pessoa pode perder até o início do verão. Mas diz que em dois meses é possível perceber mudanças no corpo.

O ideal é praticar exercícios físicos, três dias por semana, com pelo menos uma hora diária para obter resultados satisfatórios. “Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a pessoa que pratica exercícios duas vezes por semana, é considerada sedentária. Se ela fizer todos os dias, os exercícios ficarão menos maçantes”, revela.

Luciano afirma que a combinação de exercícios aeróbicos como, corrida, bike, natação e futebol aliados a exercícios de musculação resultam em emagrecimento com mais rapidez. Na musculação, o metabolismo é acelerado favorecendo a queima de gorduras. Ele explica que na musculação a queima de gordura é menor, porém existe um processo chamado gliconeogênese, que utiliza a gordura para repor as calorias perdidas durante o treino.

Com o metabolismo acelerado a pessoa continua perdendo gordura por aproximadamente 15 horas após o treino. Diferente dos exercícios aeróbicos nos quais a perda de gordura continua por apenas uma hora após os exercícios. Numa caminhada moderada de uma hora, por exemplo, se pode gastar 300 calorias. Já em 30 minutos de musculação pode-se perder a mesma quantidade de calorias, dependendo do metabolismo. “A musculação é um ótimo exercício para definir o corpo. Além disso, elimina a flacidez”, frisa.

O profissional explica que a prática de exercícios realizados pela manhã libera hormônios e neurotransmissores como a endorfina, o que dá uma sensação de relaxamento, fazendo com que a pessoa se sinta melhor pelo resto do dia. Já na parte da tarde o corpo responde rapidamente aos estímulos, por estar desperto por muitas horas, por isso, o risco de lesões é menor. É nesse período que se obtêm melhores resultados. Ele chama atenção para que as pessoas busquem profissionais e estabelecimentos credenciados pelo Conselho Regional de Educação Física, priorizando a saúde.

Por daiane

Na musculação a queima de gordura é menor, porém existe um processo chamado gliconeogênese, que utiliza a gordura para repor as calorias perdidas durante o treino. Com o metabolismo acelerado a pessoa continua perdendo gordura, por aproximadamente 15h após o treino