Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 26 de Novembro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Brigada Militar terá efetivo quadruplicado

, 23 de maio de 2015 às 9h30

A segurança nos três dias de gincana foi pauta de encontro entre líderes de equipe, The Horse e Brigada Militar (BM) na quarta-feira à noite no quartel da BM. O capitão Senter explanou sobre a atuação da Brigada durante o evento e pediu a colaboração das equipes na denúncia de situações irregulares.

As cinco equipes estiveram representadas com seus líderes e aproveitaram para tirar dúvidas em relação a situações que ocorrem durante a gincana. O capitão frisou que a Brigada Militar não quer atrapalhar o evento, mas precisa atuar dentro de sua incumbência de manter a ordem. O foco de atuação do policiamento será coibir todo e qualquer tipo de ilegalidade, conforme determina a lei. Neste sentido, pediu a colaboração das equipes para que a ordem seja mantida e frisou que os problemas geralmente envolvem pessoas que não estão participando da gincana. “Muita gente vai estar no Centro só pela aglomeração de pessoas. Vamos focar neles. Mas não queremos que as equipes ajudem a gerar ilegalidades”, alertou o capitão, pedindo que os gincaneiros, mesmo correndo contra o relógio para o cumprimento de tarefas, estejam atentos e tenham cuidado no trânsito.

O efetivo da Brigada Militar vai ser quadruplicado nos três dias de evento. Mesmo com o foco centrado na Rua de Eventos e arredores, haverá policiamento normal no restante do município. “Estamos aqui para trabalhar. Queremos que as equipes e a comunidade nos ajudem, denunciando as irregularidades. Mesmo com o efetivo ampliado, nem sempre visualizamos tudo”, afirmou o comandante. Ele garantiu que não haverá exceção ou relaxamento às leis só porque se trata de um evento festivo. Todos serão fiscalizados.

O presidente do The Horse, Cesér Brock, disse que as equipes estão cientes de sua responsabilidade em relação ao bom andamento do evento e frisou que o próprio regulamento da gincana prima pela ordem e cumprimento das leis.

Consumo de álcool

A venda, compra ou oferta de álcool para menores, bem como dirigir tendo consumido bebida alcoólica terão atenção redobrada por parte da BM. Segundo o capitão, não há como proibir o consumo de álcool para os maiores. Contudo, haverá forte fiscalização no trânsito, para fazer cumprir a chamada Lei Seca.

Os bares já foram oficiados sobre as penas para a venda de bebida alcoólica para menores e a população deve estar alerta. Comprar ou oferecer bebida com álcool para menores é crime e, todo maior que for flagrado nestas circunstâncias, será enquadrado na lei que prevê detenção e multa. O consumo de outras drogas também será fiscalizado.

Para o comandante da BM a lei tem por objetivo proteger as crianças e adolescentes sobre os malefícios do álcool e precisa ser cumprida. “O que a lei quer é defender a saúde do menor e o policiamento está aí para cumprir com o que está estabelecido”.

Os maiores que forem pegos oferecendo bebida à menores serão encaminhados à delegacia de polícia, onde o delegado estipula fiança. Os menores serão encaminhados ao Conselho Tutelar, que os entrega aos pais ou responsáveis.

Denúncias

Situações de ilegalidades podem ser denunciadas para a Brigada Militar via telefone. Há três canais disponíveis: 190, 3716 – 1190 e o 3716 – 1075.

Questões envolvendo menores podem ser denunciadas ao Conselho Tutelar pelo fone de plantão – 9912-2569.

Por daiane