Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 05 de Agosto de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Saúde

Ações priorizam pela saúde do homem

, 8 de novembro de 2014 às 12h00

Arroio do Meio – A secretaria da Saúde está desenvolvendo um trabalho especial alusivo ao Novembro Azul – mês de prevenção ao câncer de próstata e outras doenças masculinas. Executado em etapas, a ação tem um momento importante agendado para dia 29, quando ocorre a Feira de Saúde de Arroio do Meio.

A primeira etapa aconteceu no dia 24 de outubro, quando a secretaria promoveu uma capacitação especial para as agentes comunitárias de saúde. Coordenado pelo urologista Claudio Loureiro e enfermeira Maica Adams, o encontro focou na importância dos exames preventivos do câncer e outras patologias que acometem os homens. “O homem ainda tem um certo preconceito relacionado aos cuidados com a saúde, considera isso importante para a esposa e os filhos, e geralmente nos procuram só quando o caso já é grave”, alerta Loureiro.

As agentes de saúde levam agora as informações, junto a um material impresso explicativo aos arroio-meenses, durante as visitas domiciliares. A próxima etapa ocorre na Feira de Saúde, 29, quando serão oferecidos gratuitamente exames preventivos à comunidade, incluindo a coleta de sangue para a realização do exame de câncer de próstata. Após a Feira será agendada uma palestra com todos os homens participantes, sob orientação do urologista, para esclarecimento coletivo de dúvidas, conferência dos resultados da coleta de sangue e exames de toque individuais.

Os profissionais de saúde orientam que todos os pacientes realizem o exame anualmente a partir dos 45 anos, e que a prevenção seja antecipada para 40 anos em casos de histórico familiar da doença. A secretária de Saúde, Maria Helena Matte, reforça que o município disponibiliza gratuitamente médico especialista de forma semanal no Posto de Saúde Central, assim como os exames preventivos, durante o ano inteiro. “Nossa atenção com a prevenção resume nosso compromisso com a saúde, qualidade de vida e bem-estar da nossa comunidade”, afirma.

 

Por daiane