Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 08 de Dezembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Economia

Nova tentativa de venda deve ocorrer ainda neste ano

, 10 de agosto de 2014 às 9h45

Arroio do Meio – Foram reavaliados em R$ 2,8 milhões o conjunto dos bens estruturais remanescentes da Massa Falida da Calçados Majolo. Os bens contemplam área total de 10.000 m², e as edificações, a 8.335m², contendo escritórios, pavilhões industriais e refeitório, além de móveis de refeitório, material de informática e diversos móveis e equipamentos de escritório, situados na antiga matriz em Rui Barbosa.

Caso não houver lance inicial, os bens poderão ser vendidos por 60% do valor, chegando a R$ 1,68 milhão. Será o terceiro leilão desde agosto de 2012, quando a avaliação era de R$ 4,7 milhões.

Os demais bens da falida empresa já foram vendidos e possibilitaram o pagamento aos fornecedores do período da recuperação judicial, aos bancos pelo valor do adiantamento de contratos de câmbio para exportação e 100 % dos créditos trabalhistas (R$ 7,2 milhões), além dos empréstimos consignados que os funcionários mantinham em folha de pagamento.

O trâmite do processo judicial em comparação com a falência de outras empresas é considerado célere. Contudo, a venda dos bens remanescentes mal dará para pagar o fisco. A Calçados Majolo deixará na praça uma dívida superior a R$ 30 milhões. A falência da empresa foi decretada em outubro de 2009.

Por daiane