Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 13 de Agosto de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Política

Candidato defende a instituição do Estado Mínimo

, 9 de agosto de 2014 às 9h45

Além de intermediar as principais demandas do Vale do Taquari e região, o candidato a deputado estadual, Felipe Diehl (DEM), de Estrela, se eleito, vai batalhar especialmente por um fornecimento de energia elétrica de qualidade e pela implantação de um hospital 100% público, que atenda somente pelo Sistema Único de Saúde.

O jornalista graduado em Gestão Pública, e pós-graduando em Meio Ambiente e eletricista, coordenou o movimento Xô Aes Sul, cobrando investimentos mais significativos da concessionária na região “não é admissível a rede de energia sofrer danos com qualquer vento. A falta de qualidade no fornecimento de energia impede a atração de grandes indústrias. O Produto Interno Bruto (PIB) da região, foi o que menos cresceu no Estado e é reflexo da precariedade do setor de energia”, dimensiona.

Diehl se filiou no DEM em 2003, já atuou como assessor do deputado federal Onyx Lorenzon (DEM) no Congresso Nacional e da Assembleia Legislativa. Em 2007 foi um dos líderes estaduais do movimento “Xô CPMF”. O partido que tem representação em diversos municípios da região, tem como premissa a constituição do Estado Mínimo. Isto é, intervenção mínima da máquina pública, cuidando apenas da segurança, justiça, educação e saúde, deixando o provimento de serviços a iniciativa privada, além da redução dos impostos.

Como exemplo compara o desempenho da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) e concessionárias privadas. “As tarifas baratearam, mas não temos serviços de guincho e ambulância”, refletiu.

Conforme ele, o DEM é uma das únicas siglas que faz oposição ao governo do PT em nível nacional e defende o conservadorismo, especialmente em questões que englobam valores morais. “Somos a favor do porte de arma e do uso de spray de pimenta, para a legítima defesa”, argumenta.

A fidelidade partidária é um dos pontos, que em sua concepção, dá viabilidade eleitoral a sua candidatura. “A região tem nomes fortes e possui 265 mil eleitores, mas infelizmente os representantes dos outros partidos, apoiam candidatos de fora, com trabalhos em andamento”, reflete.

O democrata revela que o partido já está se articulando para lançar candidaturas próprias ao governo federal e estadual, daqui a quatro anos. Diehl é descendente do colonizador de Arroio do Meio, João Gerhardt, e frequentou o Seminário Franciscano em 1991 e 1992, quando estudou no Colégio São Miguel. Na última segunda-feira, o candidato esteve no jornal O Alto Taquari, acompanhado do assessor Diego Luís de Castro, onde participou de rápida entrevista.

Por daiane