Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 09 de Julho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Polícia

Apaecei apura caso de violência contra criança

, 13 de dezembro de 2013 às 9h41

Arroio do Meio – No decorrer da semana, uma mãe registrou um caso de tortura contra seu filho de 5 anos, ocorrido numa Escola Comunitária de Educação Infantil (Ecei) do município. A agressão por uma professora do educandário teria ocorrido na manhã de segunda¬-feira. A criança teria ficado com hematomas nos dois braços.

Ainda no decorrer do dia, foi feita uma reunião entre a família, direção da Ecei, Conselho Tutelar, Associação dos Pais e Amigos das Escola Comunitária de Educação Infantil (Apaecei) e Secretaria Municipal da Educação, para discutir as medidas cabíveis.

A mãe teria exigido como punição o afastamento da professora. Apaecei entendeu que como se trata de uma funcionária não possui antecedentes e atua em Eceis há anos, que a abertura de uma sindicância para apurar os fatos, seria mais cabível. Entretanto, a metodologia ainda não foi definida.

Na reunião a professora admitiu uma medida de retenção, pois o menino estava agitado. O mesmo também, possuía histórico de hiperatividade, sendo encaminhado para atendimento psicológico.

Entretanto, informações extraoficiais, dão conta de que este não é o primeiro caso de agressão contra crianças envolvendo esta educadora. Uma ex-funcionária da Ecei revelou que já presenciou fatos semelhantes e viu crianças sendo trancadas nos banheiros, inclusive numa das ocasiões teria ocorrido com sua filha de 3 anos.

“Ela me justificou que sem querer segurou muito forte com o braço. Reclamei da situação com a direção e fui afastada do cargo. Tentam tapar o sol com a peneira, alegado que são fofocas de sombra. Hoje, minha filha tem medo de ficar na presença daquela professora”, relatou.

Está não é a primeira denuncia que o AT recebeu a respeito do assunto.

Por daiane