Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 22 de Novembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agricultura

G-Leite busca apoio do Estado para consolidar-se

, 3 de agosto de 2013 às 9h00

Arroio do Meio – Os prefeitos de Arroio do Meio – Sidnei Eckert, Capitão – Cesar Beneduzi, Coqueiro Baixo – Veríssimo Caumo, Nova Bréscia – Gilnei Agostini e de Pouso Novo – Luiz Buttini, participaram de uma audiência com o Secretário Estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Luiz Fernando Mainardi, no dia 24 de julho, em Porto Alegre. Na ocasião, apresentaram detalhes do “Grupo do Leite – G Leite”, em busca do apoio de Mainardi para as ações em desenvolvimento e para a busca de alternativas que compensem aos produtores rurais e às administrações municipais, os investimentos que vêm fazendo na implantação do Projeto Piloto Nacional de saneamento bovino, quanto à tuberculose e brucelose. Participaram ainda do encontro o vice-prefeito de Arroio do Meio, Áurio Scherer, e o coordenador do G Leite, Ardêmio Heineck.

Os prefeitos da Comarca repassaram dados do trabalho desenvolvido na Região desde 2010, que comprova o aumento do número de propriedades rurais oficialmente certificadas como livres de tuberculose e brucelose bovina, de 120, em todo o País, para cerca de 1.800, só nos seis municípios da Comarca. Mainardi afirmou que a cadeia produtiva do leite depende de uma matéria prima saneada e qualificada. “Nosso trabalho precisa ser de longo prazo, buscando em dez anos dobrar a produção de leite, beneficiando diretamente o produtor e, do outro lado, as indústrias de laticínios, com a produção de maior variedade de lácteos, conquistando nos mercados interno e externo”, reforçou. Para Eckert, este modelo construído na região precisa de apoio para ser consolidado e servir de exemplo para todo o país. “É fundamental que mais municípios entrem em saneamento, que os produtores recebam mais pelo produto e que os municípios participantes sejam incluídos em programas oficiais que os recompensem pelos expressivos investimentos feitos nestes trabalhos”.

Entre os encaminhamentos práticos ficou acordado que o G Leite oficializará ao Conseleite-RS que estabeleça um valor referência diferenciado para o leite oficialmente certificado como livre de tuberculose e brucelose bovina. Ainda, Mainardi ficou de convidar as indústrias que recolhem o leite da Comarca para uma reunião que trate da remuneração diferenciada, além de articular uma audiência com o Ministro da Agricultura, em sua vinda à Expointer, em fins de agosto, mostrando a ele a importância e a grandeza do Projeto Piloto e reivindicando alguma forma de compensação aos municípios, pelos investimentos que vêm fazendo.

Por daiane