Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 18 de Setembro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Comunidade pressiona EGR para solucionar congestionamento

, 29 de julho de 2013 às 8h30

Arroio do Meio – A instalação de sinaleiras inteligentes na rótula de acesso a cidade para amenizar os congestionamentos em horários de maior movimento de veículos e pedestres, será cobrada à Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR).

A medida emergencial foi amplamente discutida em reunião intermediada pela Câmara de Vereadores com a 11ª superintendência do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Executivo, Câmara de Indústria e Comércio do Vale do Taquari (CIC-VT), Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Arroio do Meio (Acisam), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Rotary Club, The Horse, empresários e comunidade em geral. O encontro ocorreu no dia 18 de maio.

Os equipamentos devem ser ativados nos horários das 7h às 9h, 11h às 14h e 17h às 19h, considerados críticos no trevo que dá acesso ao Centro, bairros e cidades vizinhas. Nos próximos dias já deve acontecer o primeiro contato do município com a empresa.

A solicitação de melhorias foi feita diretamente ao superintendente do Daer, Hildo Mourão, que informou que a rodovia está sob comando da EGR. Ele se comprometeu em interceder para agilizar o processo, sugeriu a instalação das sinaleiras, assim como se colocou a disposição para a elaboração de um projeto de aproveitamento de parte do acostamento para alargamento das pistas, possibilitando uma terceira faixa em pontos de maior gargalo da via.

Segundo Mourão, a EGR funcionará como o Daer operava antigamente. Terá autonomia em administrar os recursos obtidos com a arrecadação de tarifas dos pedágios, sem intervenções burocráticas do Estado.

As manifestações inter-regionais pela duplicação das RSC 453, ERS 130, e ERS 129 – trajeto Venâncio Aires/ Muçum – começaram em outubro de 2011, numa iniciativa do município de Arroio do Meio. Ao todo são 70,3 km de extensão, com cinco pontes no caminho.

No momento, os municípios envolvidos no movimento pleiteiam a elaboração dos projetos de estudo econômico e viabilidade técnica, que visa agilizar o projeto de duplicação das rodovias por meio do governo estadual. Como esta é uma medida a médio e longo prazo, outras formas emergenciais, visando amenizar os gargalos da rodovia e seus entroncamentos vão ser pleiteados.

Por daiane