Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 07 de Junho de 2020

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Cultura

O mundo mágico de Mister L

, 26 de abril de 2013 às 10h13

Sorrisos, aplausos e brilho nos olhos. Com certeza esta é uma das recompensas mais valiosas para quem trabalha com crianças. O ilusionismo foi o caminho escolhido pelo arroio-meense Lanuin Fritzen que há cerca de dois anos vem encantando o público infantil com suas apresentações.

A paixão pela magia começou ainda na infância, quando tudo o que ele queria era descobrir pequenas mágicas. Para mostrar o que havia aprendido, fazia apresentações para os amigos, na comunidade e também em noites culturais. Apesar de tudo, Lanuin sempre quis algo a mais. “Há cerca de dois anos, a secretária de Educação Eluise Hammes, que já conhecia o meu trabalho me fez um convite para que eu me apresentasse na Feira do Livro. Foi neste momento que o meu sonho começou a tomar corpo”. Conhecido como Mister L, passou a receber convites para apresentações em creches, escolas, festas de aniversário e de empresas. Mas somente a adoração pelo mundo da mágica não é o suficiente. Por ser uma arte que mexe com o imaginário das pessoas, Lanuin frisa que o aperfeiçoamento deve ser constante. “Além de muitos ensaios, também sou fascinado em descobrir novas mágicas para renovar as apresentações. Minha inspiração para isso vem da paixão pelo que faço e principalmente pela cumplicidade entre mágico e espectador”.

No início, as apresentações ocorriam em oportunidades que surgiam. A partir do Mister L, tudo passou a acontecer de maneira mais organizada, priorizando apresentações em Arroio do Meio, nas escolas de Educação Infantil e que atendem até o 5º ano. No final do ano passado, o trabalho do arroio-meense pôde ser prestigiado em Lajeado, tanto que para este ano a meta é atingir escolas infantis e demais educandários da região.

“É muito bom trabalhar com o público infantil, pois o imaginário da criança permite com que ela faça da mágica um sonho e, com isso ela se encanta e consegue assimilar: é mágica.” Lanuin destaca que o que torna o ilusionismo interessante é fazer com que o público entre no espírito da mágica como também convidá-lo a participar das apresentações. Segundo ele, é indispensável escolher mágicas certas de acordo com cada ocasião.

Por possuir negócio próprio, Lanuin consegue conciliar o trabalho com as apresentações, em virtude da disponibilidade de horários. Atuando como Mister L, ele conta que sua proposta está sendo bem aceita pelos lugares onde passa, fazendo com que o personagem tenha apoiadores, mas sempre contando com o incentivo de familiares e amigos para continuar realizando seus sonhos.

Em sua curta trajetória, várias situações foram marcantes. Porém, uma delas é considerada especial. “Uma vez me apresentei para um grupo de alunos das séries iniciais. Ao finalizar a apresentação as crianças se aproximaram da mesa do mágico e fizeram inúmeras perguntas. Mas, uma delas estava parada mais distante, sem ação. Fiquei observando-a e quando os demais colegas saíram ela veio em minha direção e paralisou. Me abaixei diante dela e ela tocou meus braços para conferir se era real. Olhou nos meus olhos e a abracei, sentindo que seu coração estava disparado. Essa é verdadeira a essência da mágica, pois ela mexe com o imaginário das pessoas e desperta curiosidade”, finaliza.

Por daiane