Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 18 de Setembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
O Alto Taquari

Vendas devem aumentar até 15% no comércio

, 8 de dezembro de 2012 às 8h00

Arroio do Meio – As expectativas dos lojistas com as vendas no período de Natal são boas. Assim como no ano passado, a estimativa é de um incremento de 8% a 15% na comercialização de produtos. Mesmo com esse aumento, poucas vagas de emprego devem ser criadas. A projeção é da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Segundo o presidente da CDL, João Fuhr, o Natal sempre proporciona aumento no número de vendas, e a porcentagem depende do tipo de produto. “Somos uma região privilegiada, com bom poder aquisitivo. Com certeza isso vai refletir em aumento nas vendas para este Natal.”

Para a secretária executiva da entidade, Raquel Scheid, o pagamento da segunda parcela do 13º salário por parte de algumas empresas também deve incrementar as vendas no último mês do ano. “Muitos deixam para comprar na última hora, principalmente em função da segunda parcela do salário extra.”

Ela comenta que, mesmo antes de dezembro, houve aumento nas vendas em função da primeira par-cela do 13º salário. “Quem recebeu de forma antecipada aproveitou para garantir algumas compras.”

Proprietário de uma loja de confecções, Mateus Zanchet acredita que o incremento nas vendas vai iniciar na próxima semana. Ele não acredita em um aumento superior a 10%. Afirma que a falta de promoções compromete as vendas de Natal. “Acredito em um aumento de 5%, assim como foi no ano passado. Com a promoção, o acréscimo chegava a 12%.”

Conforme o gerente de outra loja do ramo de roupas, a expectativa é semelhante. Jandir Borsoi afirma que aguarda um incremento maior nos dias que antecedem o Natal. “Creio que vai aumentar a partir do dia 15. Em 2011 foi assim.”

Expectativa menor no Estado

As vendas no comércio varejista do Rio Grande do Sul devem crescer de 8% a 9,5% em relação ao final do ano passado. A projeção é da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS). Segundo a entidade, o pagamento do 13º salário injetará R$ 7,8 bilhões na economia gaúcha.

Segundo a FCDL-RS, os produtos mais procurados nesta época do ano serão do setor têxtil, brinquedos e segmentos beneficiados pela redução do IPI, como móveis e produtos da linha branca, além de materiais para construção. A expectativa é que aumentem ainda as compras à vista.

Trabalho temporário

A CDL de Arroio do Meio não prevê aumento significativo no número de vagas de trabalho temporárias. Para o presidente, a maioria dos lojistas está preparada para atender a demanda de clientes do Natal. Segundo Fuhr, muitos contam com apoio de familiares no momento das vendas. “A maioria dos comércios é gerenciado por familiares, e assim todos acabam se ajudando no fim do ano.”

A secretária executiva endossa a opinião do presidente, mas acredita que algumas vagas temporárias ainda podem surgir até o fim do ano. “Acredito que serão poucas, mas ainda pode surgir alguma coisa na véspera dos feriados.”

Por daiane