Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 24 de Fevereiro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Saúde

Calor intenso exige mais cuidados com o corpo

, 16 de dezembro de 2012 às 10h00

Vale do Taquari – O verão inicia na próxima sexta-feira e a tendência é de calor intenso com sensação de abafamento. Apesar da chuva que atinge o Estado desde a madrugada de terça-feira, as temperaturas permanecem altas. Na quarta-feira, os termômetros registraram 28 graus e, ontem, ficou em 27 graus.

Mas, foi na segunda-feira que estava praticamente insuportável sair para a rua. A temperatura máxima registrada foi de 41 graus Celsius, por volta das 16h30min. O pouco vento piorou a situação.

Para este fim de semana, a MetSul Meteorologia, de São Leopoldo, aponta o retorno do calor intenso e do abafamento. A expectativa de um verão rigoroso reforça a necessidade de mudanças de hábitos alimentares e mais cuidados com o corpo.

Manter o corpo hidratado deve ser considerado uma regra, seja na praia, seja na cidade. Conforme a nutricionista Carla Holz, com a chegada do verão, aumenta a perda de água mineral. O suor elimina os minerais que ajudam na manutenção do metabolismo.

A ingestão de líquidos é necessária durante todo o dia. “Não é indicado esperar que a sede chegue, pois é um sinal de que o organismo está desidratado.” Para crianças e idosos, a regra deve ser intensificada.

A falta de líquido no corpo reflete em problemas na saúde, como a diarréia e o aumento de peso. Entre as principais bebidas, a preferência é para sucos naturais e água de coco. A ingestão deve ser de, no mínimo, três litros por dia.

Carla aconselha elevar o consumo de legumes, verduras e frutas. Nas refeições, saladas cruas facilitam a digestão e são ricas em fibras, vitaminas e minerais. “É importante diminuir o sal das refeições, pois ele provoca retenção de líquidos.”

Alimentos gordurosos, como fritura, creme de leite, maionese e bacon devem ser evitados. Durante o verão, o metabolismo diminui, e a gordura contribui, também, para a sonolência, devido a dificuldade do organismo em digeri-la.

Atenção aos sinais do corpo

Carla conta que muitas pessoas evitam tomar água enquanto não sentem sede, o que é um erro. “Quando sentimos sede, significa que já estamos desidratando e o organismo está mandando um sinal para buscar água.”

Caso este “sinal” seja desrespeitado,o corpo aprende a trabalhar com menos água e diminui o metabolismo. Essa falta de energia dificulta o organismo e atrapalha quem quer perder peso.

Use protetor solar

Os cuidados vão além do limite da alimentação e da ingestão de água. O verão aumenta a emissão de raios ultravioletas do tipo B, uma das mais agressivas ao corpo. Conforme o dermatologista do Centro Clínico de Arroio do Meio, Cristiano Lange, o protetor solar deve ser usado diariamente.

Ele recomenda os produtos com fator de proteção acima de 30. “Isso é devido à pele da maioria das pessoas da nossa região, que é mais branca.” Estes filtros diminuem a incidência desta radiação, evitando danos à pele.

Lange aponta diversos problemas que podem ser causados pelo descuido. Entre eles, estão: queimaduras e manchas, pele avermelhada, formação de bolhas, e aumento de risco de contrair câncer de pele.

Quem vai a praia, o cuidado precisa ser redobrado. O protetor deve ser passado 30 minutos antes de entrar na água. A aplicação deve ser repetida, de preferência, a cada uma hora e após sair da água.

Tanto na cidade quanto no Litoral, as pessoas devem evitar a exposição ao sol entre às 10h e às 16h – período em que os raios ultravioleta são mais agressivos à pele.

Dicas para o verão

Na segunda-feira, a cidade atingiu a maior temperatura antes do início do verão. Tendência é de calor intenso na próxima estação

Hidratação

Beber água com freqüência, em pequenos volumes e sempre fresca;

Andar com uma garrafinha de água sempre que possível;

Beber água de coco, pois a composição é similar a dos líquidos corporais;

Consumir vegetais crus, forma na qual preservam a maior quantidade de nutrientes.

Alimentos recomendados

Frutas, verduras e legumes, pois são ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras;

Cereais integrais, como pães, e arroz integral;

Carnes magras, devido à fácil digestão;

Para sobremesas, frutas ou doces à base de frutas, como: picolé de frutas, compotas geladas ou saladas de frutas.

Alimentos a serem evitados

Molhos a base de maionese e creme de leite;

Pele das carnes de aves, carne de porco e embutidos, e carnes vermelhas gordas;

Petiscos salgados muito consumidos, como: amendoim e castanhas, salgadinhos, embutidos e queijos amarelos. Estes alimentos retém líquidos deixando um aspecto de “inchaço” no corpo.

Por daiane