Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 26 de Agosto de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agricultura

Expovale 2012

1 de novembro de 2012 às 10h17

No período de 09 a 18 de novembro teremos na região (Lajeado), a XVIII Feira Industrial, Comercial e de Serviços do Vale do Taquari – Expovale. O evento constitui-se em ponto de referência quando se quer uma mostra das potencialidades econômicas, culturais e sociais de uma grande região, rica em diversificação de atividades econômicas e de geração de renda e de utilização de mão de obra.

A agricultura familiar também é parceira da Expovale, representando um atrativo, a partir da exposição de produtos oriundos das pequenas agroindústrias, que se afirmam cada vez mais. Infelizmente, o setor ainda não está no nível desejado, em razão da indefinição quanto ao Sistema de Inspeção de produtores de origem animal – Suasa, que não consegue sair do papel e entrava a possibilidade de os pequenos empresários comercializarem livremente os seus produtos, em qualquer parte do país.

O governo do estado está desenvolvendo ações de treinamento e qualificação de profissionais, ligados aos municípios, para a implantação, em breve, do Susaf, que, com o perfil do Programa Federal, trata-se de um Sistema Unificado de Sanidade da Agricultura Familiar. O Sistema de Inspeção é, de fato, um instrumento indispensável para um maior e acelerado desenvolvimento da agroindústria familiar. Com uma certa dose de “vontade política” do Estado, aliado ao fator “novidade” em muitas Administrações Municipais, aumenta a expectativa de uma concretização das proposições em relação aos processos de empreendedores rurais.

Crédito da Seca

O habitual problema da “demora” quando se trata de liberação de recursos relativos a situações especiais, se repete com o denominado crédito da seca. O benefício foi criado, pelo governo federal, para apoiar os pequenos produtores rurais dos municípios que, no início do ano, em razão da severa estiagem, obtiveram a homologação, pela Defesa Civil, da situação de emergência.

O prazo de vigência do Programa está prestes a encerrar-se e muitos produtores ainda não tiveram acesso aos recursos, pelo atraso na assinatura dos contratos. As entidades representativas dos agricultores, aptos a receberem o incentivo, estão reivindicando uma prorrogação de sua vigência, na tentativa de que um maior número possível de produtores possam valer-se dos recursos.

Vacina contra a aftosa

Novembro é o mês da segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa. A ação é muito importante para podermos manter o status de região livre da doença que, em épocas passadas, era uma espécie de epidemia que causava enormes prejuízos aos desprotegidos rebanhos bovinos.

A imunidade quanto à aftosa é também um item importante no processo de certificação das propriedades agrícolas livres de outras doenças, como a brucelose e tuberculose.

Aliás, falando em certificação de propriedades, a polêmica e controvérsia sobre o prazo de validade de parte dos documentos distribuídos, continua sem uma resposta positiva.

Por daiane