Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 18 de Janeiro de 2021

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Feriado deve movimentar comércio de flores

, 29 de outubro de 2012 às 12h50

Arroio do Meio – Há menos de uma semana do feriado de Finados, o movimento no comércio de flores se intensifica nas principais floriculturas da região. Nos cemitérios da cidade, muitas famílias já iniciam a limpeza e recuperação das sepulturas. As homenagens ocorrem principalmente na próxima sexta-feira, dia 2, data de homenagem aos mortos.

Segundo Deni Mayolo, que trabalha em uma floricultura do centro da cidade, o aumento deve se intensificar ainda mais na próxima semana. “No ano passado foi assim, vendemos muito na véspera do feriado.” Existem flores de diversos preços e espécimes. Ela diz que as mais procuradas são crisântemos e margaridas.

Deni comenta que a maioria prefere levar o produto somente na próxima semana. “Tivemos muitas encomendas, mas poucos já levaram às flores.” Conforme ela, o aumento na venda durante a semana dos feriados deve ser próximo de 50%.

No cemitério católico da localidade de Bela Vista, o casal Roque e Isoldi Steffens iniciou a limpeza das sepulturas de parentes na quarta-feira. “Vamos viajar e não estaremos aqui no feriado”, diz ele. Eles cuidam de cinco túmulos dentro do cemitério. Seus pais e outros parentes estão enterrados no local. “Viemos todos os anos limpar, é uma forma de respeito com os entes queridos que se foram.”

Saiba mais

A origem do feriado de Finados data do século II, quando cristãos faziam tributo e rezavam pelos seus falecidos nos túmulos. Já no século V, a comemoração começou a durar um dia inteiro do ano, dedicado a rezar por todos os mortos, e se assegurar que todos recebiam a devida menção.

A partir do século XI foi que a Igreja Católica obrigou propriamente as comunidades a dedicar esse dia aos finados. O dia 2 de novembro foi estabelecido dois anos depois. Pelo contrário, esse dia dedicado a celebração da vida eterna das pessoas já falecidas não é reconhecido pela igreja protestante. Segundo eles, não há motivo para comemorar, já que a data não é mencionada na Bíblia.

 

Por daiane