Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 16 de Setembro de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Saúde

Hospital São José é referência em saúde mental

, 28 de julho de 2012 às 12h30

A Saúde Mental do Hospital São José é um dos projetos pioneiros na região, desenvolvido desde 2007. O hospital possui nove leitos conveniados pelo SUS para atender dependentes químicos e pacientes psiquiátricos.

O projeto, segundo a psicóloga Ruth Wissmann Alves, tem como objetivo prestar assistência hospitalar, atendendo com conforto e qualidade, através de estrutura humanizada e uma equipe multiprofissional, proporcionando um espaço destinado ao tratamento das intercorrências desses pacientes. A entrada do paciente na área hospitalar é realizada por encaminhamento de serviços da rede pública: secretarias de saúde ou pelo pronto atendimento médico ambulatorial e consultórios. A rede é composta por diferente grupos de autoajuda, como AA (Grupo de Alcoólicos Anônimos), NA (Narcóticos Anônimos), Al-Anon (suporte para as famílias), grupo de acolhimento para usuários e familiares.

O atendimento é realizado de forma humanizada na relação com o usuário, sem julgamentos, respeitando as individualidades e considerando a sua história de vida, assim estabelecendo o vínculo e reconhecendo cada um com a sua potencialidade e capacidade de escolhas no atendimento que melhor atenda as suas necessidades.

“O hospital propõe prestar o tratamento e os cuidados hospitalares necessários de acordo com a patologia diagnosticada pelo médico assistente disponibilizando uma equipe multiprofissional que realiza o atendimento individual, em grupo e familiar”, explica a psicóloga. Durante o tratamento o paciente interage com várias oficinas disponibilizadas: arte terapia, atividades com educador físico, oficina de nutrição, sessão pipoca, acesso a internet, biblioteca. Muitas oficinas são realizadas no quiosque, área externa do HSJ. É disponibilizado ainda aos pacientes internos e pós-alta a continuidade do tratamento através do Grupo Terapia que é realizado todas as quintas feiras pela manhã, no salão de eventos do hospital. “Com o objetivo de incentivar e entendendo a importância da participação da família para a melhor recuperação do usuário, oferecemos as condições para a participação de um familiar junto ao paciente durante toda a internação”, observa Ruth.

O psicólogo ou assistente social pode encaminhar o paciente para a rede pública de apoio de saúde e assistência ou serviços especializados. O psicólogo analisa as opções do paciente e a disponibilidade de serviços que se pode aderir. Fazendo a conscientização da família e do paciente. Busca o contato direto com os setores sociais responsáveis ou a indicação de estratégias de inserção do paciente no seu tratamento.

Por daiane