Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 21 de Março de 2019

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Agricultura

Muito frio e pouca chuva para os próximos dias

, 12 de junho de 2012 às 9h30

A chuva que caiu no final de semana fez com que grande parte dos gaúchos tirasse o guarda-chuva do armário. Porém, o volume de chuva registrado não foi o suficiente para resolver todos os problemas da estiagem e falta de água para os municípios. Agricultores ainda sofrem com as consequências da seca.

A agricultora Geselda Kafer, 76 anos, moradora da Barra do Forqueta, tem três vacas leiteiras e uma horta onde planta suas hortaliças. “Para as vacas não havia nenhum problema porque elas tinham água de um açude que ficava no potreiro. Já para a horta a chuva melhorou em 100%. Lá eu planto alface, repolho, couve-flor, beterraba e brócolis”.

O agricultor Bruno Guillante, morador de Forqueta Baixa, registrou 15 milímetros de chuva no final de semana, em Arroio do Meio. No ano passado, no mesmo período, o registro é de 177 milímetros.

Para o técnico agropecuário da Emater de Arroio do Meio, Roque Telöken, a chuva não ajudou muito, mas amenizou a pastagem de inverno. “A quantidade de água não ajudou em nada para as propriedades rurais”.

Já o gerente da Corsan, Jaime Bersch ressalta que o nível do rio Taquari subiu 13 centímetros no final de semana. “O nível está cada vez mais baixo”. A coordenadora do Centro de Informações Hidrometeorológicas da Univates, Grasiela Both afirma que a previsão para os próximos dias é de tempo firme com sol, podendo ocorrer eventuais períodos de nebulosidade na quinta-feira. “A chuva pode retornar na próxima segunda-feira, por enquanto a possibilidade ainda é pequena”.

Quanto às temperaturas, Grasiela confirma que o frio continuará intenso nos próximos dias, especialmente ao amanhecer, com as mínimas podendo alcançar a marca dos zero graus nesta sexta-feira. “As temperaturas também não sobem muito ao longo do dia com previsão de máximas em torno dos 15 graus. A partir de domingo, as tardes passam a ficar um pouco mais quentes”.

Volumes de chuva

Em 2012, Guillante marcou 170 milímetros de chuva em janeiro, 125 milímetros em fevereiro, 39 milímetros em março, 100 milímetros em abril e 48 milímetros em maio. No mês de junho, até o momento, foram registrados 15 milímetros de chuva. Os seis meses totalizam 497 milímetros.

Em 2011 foram 196 milímetro em janeiro, 260 milímetros em fevereiro, 195 milímetros em março, 295 milímetros em abril, 65 milímetros em maio e 177 milímetros em junho, num total de 1.188 milímetros.

Por daiane