Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 29 de Novembro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Cras atende em novo endereço

, 29 de junho de 2012 às 9h57

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Arroio do Meio inaugurou na tarde da quarta-feira o seu novo espaço físico. Localizado na rua Gustavo Wienandts, o novo local conta com um espaço mais amplo para atender com maior comodidade os 15 grupos de convivência.

Membros da Administração Municipal e integrantes dos grupos de convivência foram convidados a conhecer as novas dependências do Cras. O novo espaço possui recepção; sala de uso coletivo para 25 pessoas; sala de atendimento; sala de técnicos; sala de coordenação; cozinha; sala de estoque e banheiro.

A assistente social Fernanda Lansini Jachetti ressaltou a importância deste novo local de trabalho. “A conquista deste espaço é muito importante para a equipe do Cras. Quem conheceu o outro ambiente sabe o quanto ele era apertado e da dificuldade que tínhamos para realizar as atividades dos grupos. Agora vai ficar tudo mais fácil, afinal espaço tem de sobra”, enfatiza.

Para justificar o novo ambiente de trabalho, Fernanda expôs ao público todas as ações integradas no Cras. Ao total são 15 grupos de atendimento que envolvem 180 participantes nas mais diversas atividades. No novo local, além do atendimento das assistentes sociais, também funcionará o Projovem, grupo de resíduos sólidos, grupo de gestantes, serviço para crianças e adolescentes de seis a 15 anos e o Bolsa-Família.

O Projovem atende 50 jovens de 15 a 17 anos com alguma vulnerabilidade social ou psicológica através de oficinas. A questão da reciclagem de lixo é trabalhada com o grupo de resíduos sólidos, integrado por catadores do município. O projeto tem a função de fazer com que essas pessoas não acumulem lixo em casa, reciclando o material que não conseguem vender. No grupo de gestantes, as futuras mamães trabalham o planejamento familiar e recebem orientações. O plantão social oferece à comunidade dois dias de atendimento coordenado pelas assistentes sociais Fernanda Jachetti, Vivian Grebin e Simone Führ.

Coordenadas pela assistente social Simone, a partir de julho iniciarão oficinas envolvendo crianças e adolescentes de seis a 15 anos da Amam. Um espaço no qual esses jovens possam desenvolver suas habilidades. Além destes grupos, também funciona o grupo do Bolsa-Família que possui 255 famílias beneficiadas, onde são oferecidas oficinas de artesanato para as mulheres em prol da geração de renda mínima.

A solenidade de inauguração foi encerrada com uma confraternização entre os presentes. A nova instalação é temporária, pois que o Legislativo já aprovou a construção de um prédio específico para o Cras, ao lado da secretaria de Agricultura. A obra está orçada em R$ 300 mil, sendo que metade do valor será repassado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – Fundo Nacional de Assistência Social (Fnas).

Por daiane