Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 12 de Agosto de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Política

Câmaras de Vereadores totalizam mais de R$ 2 milhões de despesas

, 1 de junho de 2012 às 10h55

A 104ª Zona Eleitoral totalizou, em 2011, R$ 2.025.105,96 para manutenção das seis Câmaras de Vereadores. No ano que vem, este valor será acrescido em mais de R$ 100 mil, em função de Arroio do Meio ter ampliado o número de vereadores de nove para 11. Hoje são 54 vereadores, nove secretários, três assessores jurídicos e uma assessora parlamentar para uma população de 30320 habitantes, conforme dados do IBGE. É, numa média geral dos seis municípios da Comarca, R$ 66,79 anuais, por habitante.

A Câmara de Vereadores de Arroio do Meio, município com 18783 habitantes, é considerada uma das mais enxutas da região. Podendo gastar até 7 % do orçamento do município, tem registrado gastos que beiram os 2%. Em 2011 a Câmara gastou R$ 657.418,57. Este valor resulta do salário mensal dos vereadores – R$ 3734,92, mais R$ 5480,21, que é o salário do presidente, além dos salários da secretária, do assessor jurídico e encargos. Também somam-se às despesas da Câmara materiais de expediente e ressarcimento de despesas, já que os vereadores não recebem diárias. Com as novas duas vagas no Legislativo, a partir do próximo ano as despesas da Câmara terão um acréscimo de R$ 124 mil a R$ 130 mil, conforme estima o secretário da Fazenda, Nédio Lorenzini.

O percentual não gasto pelos vereadores tem sido devolvido à administração, somado à receita mu-nicipal e aplicado na manutenção da máquina pública ou programas municipais. Os vereadores poderiam indicar áreas ou programas específicos para este recurso ser investido. Contudo, isso não vem ocorrendo.

Capitão – No município de Capitão, com 2636 habitantes, os nove vereadores e a secretária totalizaram em 2011 gastos de R$ 339.173,37. O valor representa em torno de 3% da receita municipal. O salário do presidente da Casa é de R$ 2367,00 e dos demais vereadores R$ 1978,00.

Coqueiro Baixo – Em Coqueiro Baixo, município com 1528 habitantes, os gastos com a Câmara de Vereadores – nove vereadores e a secretária – totalizaram no ano passado R$ 209.787,18. O salário de um vereador atualmente é R$ 1044,00. O presidente da Câmara recebe R$ 1691, 28.

Nova Bréscia – O município de Nova Bréscia, com 3184 habitantes, possui nove vereadores, um secretário executivo e uma assessora parlamentar. No ano anterior, os gastos com a Câmara de Vereadores totalizaram R$ 375.888,57. O valor representa 2,75% do orçamento municipal. O salário dos vereadores é de R$ 1912,57 e do presidente da Câmara de R$ 2868,85.

Pouso Novo – Com 1875 habitantes, em Pouso Novo, onde também são nove vereadores, uma secretária e assessora jurídica, o Legislativo gastou no ano passado R$ 210.326,45, o que representa 3,4% da despesa municipal. Hoje cada vereador pouso-novense, incluindo o presidente da Câmara, recebe R$ 1.240,00. A projeção de gastos do Legislativo para 2012 é de R$ 272.500,00.

Travesseiro – A Câmara de Travesseiro, que representa 2314 habitantes, gastou no ano passado R$ 232.511,82, o que representa 2,4% da despesa municipal. São nove vereadores, uma secretária e uma assessora jurídica. O salário dos vereadores é R$ 1492,17 e do presidente da Câmara R$ 1939,83.

 

Por daiane