Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 16 de Julho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

Via-Sacra de Forqueta será na Sexta-Feira Santa

, 6 de abril de 2012 às 7h15

14ª edição da Via Sacra de Forqueta será encenada neste ano em novo local: no Cenário da Lagoa, localizado aos fundos da Igreja Católica São Vendelino, às 20h.

Como já é tradição em Arroio do Meio, os 120 atores da comunidade de Forqueta se preparam para encenar pela 14ª vez os últimos momentos da vida de Jesus Cristo. Realizada oportunamente às 20h de amanhã, Sexta-Feira Santa, a peça teatral promete emocionar o público de mais de duas mil pessoas, aguardado para prestigiar esta edição.

Neste ano, a Via-Sacra de Forqueta ganha cara nova com a estreia do Cenário da Lagoa, espaço localizado atrás da Igreja Católica São Vendelino, destinado especialmente para a encenação da Paixão e Morte de Cristo de Forqueta. O novo local oportuniza à platéia uma visualização completa do espetáculo, sendo que o cenário está localizado em uma elevação. “A questão visual será privilegiada,”afirma Paulo Haas, responsável pela coordenação da peça desde 2000.

As adequações do Cenário da Lagoa continuavam sendo feitas nos últimos dias. Parte da estrutura instalada neste ano ficará de forma permanente no local, facilitando o trabalho de montagem do cenário nas próximas edições do evento. Desta forma, os organizadores poderão investir mais tempo e dinheiro na peça teatral, percebe Haas.

Com o novo cenário, Haas acrescenta que também haverá mudanças na forma de conduzir a peça. Como todos os anos, haverá surpresas que apenas serão reveladas na hora do espetáculo. O final sempre é o ponto alto da apresentação, quando os organizadores procuram deixar uma mensagem para o público. “Quem vier esse ano, com certeza voltará nas próximas edições,” garante Haas.

O quadro de atores da Via Sacra é formado, em sua maioria, por moradores do distrito de Forqueta. As idades são distintas, crianças de cinco anos a idosos com mais de 60. Márcio Rockenbach, membro da organização e intérprete de Jesus Cristo desde a primeira edição, acredita que a união da comunidade faz com que o espetáculo de Forqueta seja tão aguardado.“O espírito comunitário é o que conta. Apresentamos a história de Jesus da nossa forma e é esse o diferencial da nossa Via-Sacra,”enfatiza Rockenbach.

UMA TRADIÇÃO DESDE 1997

A primeira edição da Via-Sacra de Forqueta foi realizada em 1997 pelo extinto Jupe – Jovens Unidos pela Esperança. Na época, o objetivo do grupo era resgatar os hábitos das antigas gerações de Forqueta, que costumavam encenar a morte do filho de Deus na Sexta-Feira Santa.

Segundo os registros do AT, mais de mil pessoas acompanharam a peça de 1997. O grande público motivou os jovens a prosseguir com as apresentações nos próximos anos. “No começo levávamos mais na brincadeira, mas da mesma forma que fomos amadurecendo, a Via-Sacra também cresceu,”acredita Rockenback.

O intérprete de Jesus percebe que ano a ano a Via-Sacra de Forqueta ganha“uma cara nova”, fazendo com que o evento continue sendo tradicional em Arroio do Meio e em âmbito regional.

“Quando fizemos pela primeira vez, não imaginávamos que iria tomar dimensões tão grandes,” enfatiza.

DICAS PARA O PÚBLICO

• O público deverá trazer cadeiras para acompanhar o espetáculo com previsão de duração de duas horas;

• Se possível, vir com antecedência para garantir um bom local e evitar transtornos na hora de estacionar o veículo. Os organizadores acrescentam que haverá telão para aproximar a plateia da peça;

• Haverá ervateira no local, além de copa com venda de lanches e bebidas;

• Não será cobrado ingresso. Interessados podem colaborar de maneira voluntária na noite do evento;

• Os organizadores do evento convidam as pessoas a conhecerem também o distrito de Forqueta.

Por daiane