Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 03 de Abril de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Geral

AES Sul assume compromisso para resolver os problemas da região

, 13 de abril de 2012 às 14h44

Em reunião realizada terça-feira, na Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil), os diretores da AES Sul assumiram o compromisso de resolver os problemas da falta de energia elétrica na região. A reunião, articulada e coordenada pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (Cic-VT), contou com a participação de diversos líderes, entidades e representações classistas do Vale do Taquari.

As deficiências no fornecimento de energia elétrica pela AES Sul, na região, têm sido uma tônica crescente, com prejuízos nos meios rural e urbano. Em virtude disso, um dos questionamentos feito pelos líderes foi a falta de investimento por parte da empresa fornecedora para resolver as reivindicações.

Atendimento

O prefeito de Colinas, Gilberto Keller, destacou que a qualidade no atendimento com o cliente é outro ponto que deveria ser analisado pela AES Sul. Segundo ele, as pessoas encontram dificuldade em repassar o problema para os responsáveis. Consequentemente, isso leva aos atrasos na reposição da transmissão.

Em suas manifestações, Áurio Scherer, em nome da representação dos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, e Ney Lazzari, pelo Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari (Codevat), deixaram claro que essa deficiência no regular fornecimento de energia prejudica o desenvolvimento econômico e social da região. “Preocupa muito, pois há carências nos meios rural e urbano, prejudicando produtores rurais, empresas de todos os portes e usuários domésticos, num visível cerceamento ao desenvolvimento regional”, diz Scherer.

Segundo o presidente da Cic-VT, Oreno Ardêmio Heineck, “a reunião é o resultado de um processo de construção conjunto em que, em diferentes encontros, a região passou à AES Sul suas ansiedades, preocupações e dificuldades. Hoje, a empresa, num gesto amplo de aproximação e de vontade de fazer, traz todo o seu corpo diretivo para dialogar e apresentar soluções”.

Algumas das propostas e encaminhamentos favoráveis

Uma das propostas apresentadas foi a melhoria no sistema de subtransmissão com a criação de novas subestações e linhas para uma maior disponibilidade de carga, além de melhorar a estrutura já existente. Outro ponto é o de a empresa investir em melhorias no atendimento, buscando maior agilidade e níveis de qualidade adequados.

O diretor-geral da Aes Sul, Antonio Carlos de Oliveira, apresentou cronograma de obras e investimentos da empresa no Estado para buscar a normalização da situação para até 2015, prevendo a antecipação de uma série de ações, no caso do Vale do Taquari. Também mostrou a nova central de atendimentos da concessionária, que dobrou sua capacidade de atendimento desde novembro.

Canal de comunicação

Contudo, após ouvir a manifestação forte e franca dos representantes regionais, num bom nível de interlocução, Oliveira foi mais além: assumiu o compromisso, juntamente com sua equipe, de ver a agilização e antecipação ainda maior de obras de melhoria na região. Para abrir um canal permanente de acompanhamento e das demandas remanescentes foi acertada a realização de encontros bimestrais, nos moldes deste.

Por fim, com o intuito de proporcionar um canal melhor de comunicação permanente, a concessionária estruturará um setor de atendimento especial no seu escritório regional em Lajeado, para receber as demandas e questões locais através das prefeituras.

Por daiane