Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 09 de Dezembro de 2019

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Saúde

Pilates: postura e qualidade de vida

, 20 de janeiro de 2012 às 9h17

A rotina da sociedade contemporânea traz suas facilidades. O acesso à internet, ao telefone e ao uso de automóveis, por exemplo, colaboram para uma vida melhor.

No entanto, contribuem para que o sedentarismo seja um dos principais problemas encarados pela população. De acordo com a fisioterapeuta Marcela Warken, tudo isso colabora para que a postura correta vá se deteriorando com o passar do tempo, trazendo sérios problemas para a coluna, as articulações e dores musculares, que atingem crianças, jovens e adultos.

Além disso, a má postura desalinha o sistema esquelético, causa tensão excessiva nos músculos, articulações e ligamentos. Como resultado desse desalinhamento recrutamos determinados grupos musculares à custa de outros gerando movimentos errôneos e disfuncionais. Essas alterações podem causar fadiga, tensão muscular e, em estágios posteriores, a dor. Aliás, muitas queixas de dores na coluna são resultado da maneira incorreta de manter uma postura adequada nas atividades do dia a dia.

Na busca de uma melhor postura

Marcela explica que a coluna vertebral é composta por 33 vértebras empilhadas umas sobre as outras e movimentadas pelos músculos, sendo uma das partes mais nobres do corpo humano e funcionando como suporte de todos seus movimentos. Além disso, abriga e protege a medula espinhal, parte do sistema nervoso onde se originam os nervos que controlam os movimentos.

Por isso, quando ocorrer a perda dessas curvaturas naturais devido à má postura, apresentamos desvios posturais, dentre os quais, cifose dorsal, hiperlordose cervical, hiperlordose lombar e a escoliose.

Marcela explica também que no dia a dia fazemos praticamente todos os movimentos para dentro, como, por exemplo, escovar os dentes, dirigir, usar o computador, lavar louça, comer: “Essas são atividades que trabalham os músculos do ombro para dentro e, com isso, fazemos poucos movimentos para abrir a região peitoral (peito), favorecendo o enrolamento dos ombros para frente e para dentro. A diminuição dos movimentos de abertura dos braços causará, por conseguinte, o encurtando da musculatura anterior (frente) do corpo e provocará problemas e dores nas costas e ombros.”

Diante disso, ela orienta que “o mais importante é conseguir manter a coluna mais ereta e alinhada sem tensionar a musculatura das costas e ainda mais, conseguir manter essa postura durante as atividades diárias, pois uma coisa é manter a postura isoladamente, outra é cozinhar, trabalhar, etc, sem perdê-la. Completa afirmando que a melhor postura é aquela mais confortável dentro da sua própria coluna neutra. E ela será diferente de uma pessoa para outra. Conforme o seu corpo vai se adaptando a nova postura e vai alongando os músculos encurtados e fortalecendo a musculatura estrutural, você vai gradualmente aprimorando a sua “coluna ideal”.

O Pilates e a postura correta

Método que contribui para a melhora da postura e da consciência corporal, o Pilates realiza exercícios específicos para a melhora da postura, respeitando o alinhamento da coluna e as limitações de cada pessoa. Além disso, são realizados movimentos muito próximos da realidade diária, e outros totalmente diferentes desafiando o controle corporal.

Um de seus principais objetivos é melhorar a postura, o equilíbrio e a coordenação através do realinhamento da coluna vertebral, servindo também para trabalhar o ser humano na sua totalidade, não só como um conjunto de ossos, músculos e órgãos, uma vez que o homem é um ser com sentimentos, pensamentos e ações.

Por meio do método, é possível obter a manutenção de uma postura correta proporcionando benefícios estruturais, como melhora do alinhamento corporal, aumento da força física e flexibilidade, promovendo movimentos estáveis e harmoniosos, benefícios estéticos, como melhora da aparência, autoestima e confiança, e benefícios emocionais, como melhora das dores proporcionando um bem-estar físico, mental e espiritual.

Para finalizar, Marcela cita uma frase de Joseph H. Pilates, criador do método, “A boa postura pode ser adquirida com sucesso somente quando todo o mecanismo do corpo está sob perfeito controle”.

Principais fatores que influenciam para uma “postura errada”:

  • Falta de força muscular
  • Atividades diárias em que a pessoa fica muito tempo sentada
  • Encurtamento da musculatura posterior da perna
  • Estresse físico, mental ou emocional
  • Vida sedentária
  • Falta de autoestima
  • Ou o conjunto de tudo isso
Por Jaqueline Manica

Marcela explica que o ideal é que a coluna seja mantida em uma boa posição, que facilite os movimentos e distribua o peso para que o corpo resista melhor às pressões da gravidade