Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 30 de Agosto de 2014

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Saúde

Dores nas pernas: um alerta para o sistema circulatório

, 13 de janeiro de 2012 às 14h19

O cansaço físico pode ser considerado uma das causas de dores nas pernas. Também se pode descrever como um cansaço muscular que acontece como nas demais partes do corpo após alguma atividade ou um dia de trabalho, por exemplo. Isto ocorre devido ao fato da musculatura trabalhar intensamente nos membros inferiores. Estas dores, no entanto, também podem significar outras alterações e não somente cansaço ou fadiga muscular.

Conforme a fisioterapeuta Marial Black, as dores nas pernas podem ser um sinal de alerta para problemas circulatórios que vão muito além das varizes. “Sinais conhecidos como dores na panturrilha, câimbras intensas devem ser investigadas, pois alertam para trombose do membro inferior. Estas dores também podem significar a falta de atividade física específica ou o seu excesso. Encurtamentos musculares significam falta de alongamento e também provocam dores especialmente nas pernas e nas costas”, explica.

A postura adotada pelo indivíduo também poderá alterar a sensação ao final do dia. Por exemplo, um trabalhador que passa o dia inteiro de pé tem sua circulação sanguínea alterada devido ao fato da circulação se fazer de forma mais lenta e menos efetiva, levando assim à formação de edema (inchaço), sensação de peso, formação de vasinhos dilatados nas pernas. A mesma regra adota-se para aqueles que trabalham o dia inteiro sentado, a circulação também fica deficiente e mais lenta, pois ocorre um bloqueio que poderá acarretar os mesmos problemas.

As meias elásticas de compressão como são conhecidas popularmente possuem como finalidade exatamente o fator compressão que auxilia no retorno do sangue ao coração. Elas possuem basicamente esta função seja como tratamento de algum problema já instalado ou como meio de prevenção de problemas futuros, porém sua indicação cabe ao profissional médico, pois existem alguns cuidados e indicações específicas como:

• Cada pessoa possui um tamanho que será adequado para seu pé e perna;

• As meias possuem níveis diferentes de compressão, justamente porque alguns problemas fazem necessário uma maior compressão e em outros ela deve ocorrer de forma mais leve. Nestes casos nem sempre vale a regra de que quanto mais apertado melhor;

• A borracha presente no material tem uma durabilidade para ação esperada. Informe-se sobre o prazo de durabilidade da compressão e não somente ao prazo de validade do produto;

• É muito importante você saber quanto tempo do dia deve passar utilizando a meia. Em geral pode-se utilizar durante o dia todo;

• Ela sempre deverá ser colocada logo pela manhã quando ainda não se permaneceu muito tempo com as pernas para baixo;

• E muito importante NUNCA durma com a meia (salvo indicação médica), pois ela comprime a circulação arterial enquanto você está na posição deitada.

Dicas e orientações:

  • De uma forma geral exercícios são sempre indicados para quem possui dores relacionadas ao cansaço e sensação de peso nas pernas após um dia de trabalho.
  • A região da panturrilha é considerada nosso segunda coração, por isso são indicadas atividades que estimulem a panturrilha a bombear o sangue que deve retornar ao coração, como a caminhada, corrida, ginástica em solo e na água são muito boas.
  • Os denominados exercícios metabólicos servem para auxiliar no retorno do sangue e estimulam a circulação nas pernas e são feitos a partir de movimentos do tornozelo para estimular o bombeamento. Eles são fáceis e simples podendo ser realizados a qualquer hora do dia e especialmente no ambiente de trabalho de quem permanece muito tempo sentado, sem disponibilidade de caminhar.
  • Dar conforto às pernas promovendo a elevação das mesmas sobre algum travesseiro que as eleve em geral acima do coração por em média 15 minutos
  • Quando passar muito tempo em pé se possível, descarregue o peso de uma perna em um banquinho ou escadinha.
Por daiane