Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 03 de Agosto de 2020

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Saúde

Pilates: equilíbrio e concentração em benefício do corpo e da mente

, 2 de dezembro de 2011 às 18h44

“O nosso corpo não é composto apenas por um corpo físico, possuímos também o intelectual (cérebro e mente), o emocional (sentimentos) e o espiritual (desejo de compreender a si mesmo). Para o corpo se manter em equilíbrio e harmonia é necessário buscar métodos que auxiliam na melhora da relação corpo e mente.” A afirmação da fisioterapeuta Marcela Warken reforça os benefícios do Pilates, método que vem se destacando e ganhando cada vez mais adeptos entre pessoas de todas as idades e com as mais variadas necessidades.

Criado pelo alemão Joseph Pilates (1880 a 1967), é considerado uma técnica completa de condicionamento físico e reabilitação que integra o corpo e a mente, restaura o corpo, elimina as dores musculares, amplia a capacidade de executar movimentos, aumentando o controle, a força, o equilíbrio muscular e a consciência corporal. Trabalha o corpo como um todo, corrige a postura e realinha a musculatura, desenvolvendo a estabilidade corporal necessária para uma vida mais saudável.

Assim sendo, o principal objetivo do Pilates é a harmonia durante a realização dos movimentos, estabelecendo equilíbrio entre a respiração, o corpo e a mente, usando como principal ferramenta a concentração.

Princípios básicos do método

A base do método é o trabalho com os músculos do power house (centro de forças), termo criado por Pilates para definir a região central do corpo. Esses músculos têm como função proporcionar estabilidade ao corpo e apresentam papel fundamental na sustentação da coluna, favorecendo o alongamento axial. Destaca-se que, ao criar a técnica, Pilates também utilizou princípios científicos, dentre os quais se destacam:

1. Respiração – Deve ser coordenada com o movimento. Expira-se nos momentos de esforço usando a musculatura profunda do abdome, o assoalho pélvico e os músculos eretores da coluna. Isso permite uma melhor sustentação lombar e pélvica e o relaxamento da musculatura acessória dos ombros e do pescoço (reduzindo a tensão nessas áreas)

2. Centralização (Centro de forças) – Consiste no fortalecimento dos músculos do power house (ilustração) por meio dos movimentos e da respiração

3. Concentração – Pensar quais são os músculos acionados é de suma importância, visto que estimula o sistema nervoso central e envia mais impulsos nervosos para a área trabalhada.

4. Controle – Deve-se ter um padrão suave de movimentos. Eles são controlados pela mente.

5. Precisão – Durante a prática do Pilates os exercícios devem ser realizados de forma controlada e eficaz no ângulo correto.

6. Fluidez – Os movimentos devem ser contínuos e ritmados.

Dessa forma, durante a prática do Pilates é fundamental respeitar os princípios do método para que os movimentos sejam realizados com melhor exatidão e harmonia, o que resulta em um melhor fortalecimento e alongamento da musculatura trabalhada, como também melhora da conscientização corporal.

Benefícios do Pilates

  • Melhora do equilíbrio e flexibilidade
  • Melhora da coordenação motora
  • Controle respiratório
  • Força muscular, mobilidade nas articulações
  • Consciência corporal
  • Equilíbrio entre o corpo e a mente
  • Melhora da postura e prevenção de lesões
Por Jaqueline Manica

Conforme a fisioterapeuta, a prática do Pilates proporciona o equilíbrio entre o corpo e a mente e, por conseguinte, a melhora na qualidade de vida das pessoas