Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 04 de Julho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Saúde

Projeto visa prevenção e promoção da saúde

Numa parceria entre Secretaria Municipal de Saúde - através do ESF Aimoré - e Clínica Universitária Regional de Educação e Saúde (Cures), projeto propõe introduzir e estimular hábitos de vida saudáveis

, 27 de outubro de 2011 às 14h44

Um grupo de reeducação alimentar, formado por 20 pessoas do bairro Aimoré e arredores, com faixa etária que varia entre oito a 62 anos de idade, vem se encontrando desde o mês de agosto, para o desenvolvimento do projeto que prevê atenção integral à saúde.

Numa parceria entre Secretaria Municipal de Saúde – através do ESF Aimoré – e Clínica Universitária Regional de Educação e Saúde (Cures), o projeto propõe introduzir e estimular hábitos de vida saudáveis, através de ações que vão desde orientações de prevenção à saúde, espaço para compartilhamento de angústias e troca de experiências e conhecimentos que possam auxiliar os participantes na perda de peso.

Para isso, a equipe de profissionais do ESF Aimoré, coordenada pela enfermeira Maica Adams, trabalha em parceria com a equipe interdisciplinar da Cures, formada por professores e estagiários de Enfermagem, Psicologia, Nutrição e Fisioterapia. Os encontros ocorrem quinzenalmente. Segundo a enfermeira responsável, estes pacientes já vinham sendo acompanhados há alguns meses. Até agora foram feitos os atendimentos e avaliações individuais. O próximo passo deve ser a formação de subgrupos, conforme faixa etária e necessidades de cada participante, para prosseguir com ações de exercícios físicos, reeducação alimentar e dicas de saúde para serem aplicadas no dia a dia. “É um intenso trabalho de prevenção e promoção da saúde”, salienta Maica.

O acompanhamento por parte dos profissionais deve seguir nos próximos meses, com o propósito de promover não só o emagrecimento, mas a saúde integral dos pacientes. “As vezes o ganho de peso está associado a um outro problema físico ou psíquico, por isso a importância de trabalhar com uma equipe interdisciplinar”, explica a psicóloga da Cures, Gisele Dhein.

Por Jaqueline Manica