Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 28 de Setembro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Polícia

Polícia identifica agressor de pitbull

Agressor acreditava que o animal estava morto

, 23 de setembro de 2011 às 9h01

A Polícia Civil de Arroio do Meio elucidou na tarde de ontem o caso do pitbull que sofreu maus tratos na madrugada da sexta-feira passada e foi abandonado agonizando no bairro Medianeira. O motorista do automóvel que arrastou o cão foi identificado e ouvido na delegacia. No depoimento, o pedreiro Nilson Pritzke, de 35 anos, morador do bairro, disse que agiu em legítima defesa. O pitbull teria atacado outro cachorro e ao tentar separá-los avançou no agressor. Este se defendeu com um bastão, causando as lesões. Depois, pensando que o cachorro estava morto, o amarrou atrás do carro e o levou para o local onde foi abandonado.

Como o agressor trabalha fora só soube da repercussão do caso ontem quando retornou e viu a intimação. Compareceu à delegacia onde confessou o ato.

Segundo Pritzke, o cachorro era de sua irmã que se mudou para São Paulo. O animal foi medicado e está sob os cuidados de um veterinário.

O delegado João Alberto Selig vai encaminhar o caso para o Judiciário. A pena máxima para este tipo de crime é de dois anos de reclusão, pena que pode ser revertida em multa ou trabalhos comunitários.

 

Por Jaqueline Manica