Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 02 de Abril de 2020

O Alto Taquari - Cotidiano

Jornal da Semana
Social

O glamour de debutar

O baile de debutantes é um rito de passagem ao qual as jovens são apresentadas oficialmente à sociedade, começando assim uma nova fase de sua vida

, 30 de setembro de 2011 às 16h48

A luxuosa tradição surgiu no século XVIII junto às cortes europeias, com a finalidade de educar as donzelas para a vida social e a direção do lar. Gradualmente essa vinculação palaciana se desfez e se transformou numa festa estrelar, privilégio para poucas – ocasião que oportuniza um sentimento de integração social e estimula a auto-valorização.

A palavra debutante vem do francês débutante, e significa ini¬ciante ou estreante. Logo, a introdução social, o debut, só pode acontecer uma vez. Razão pela qual as famílias das futuras damas, a partir de um comitê subdividido em patronesses, organizam uma linda festa de comemoração que anuncia a chegada do décimo quinto aniversário de suas filhas.

É nesta vibe, que 12 meninas-moças de todo o Estado brilharão para mais uma edição do tradicional Baile de Debutantes do Clube Tiro e Caça em Lajeado, a ser realizado neste sábado. Arroio do Meio estará representado pela bela Ana Júlia Kunzler, filha da bancária Cláudia e do empresário do ramo de bebidas Paulo Ricardo, o Pica – Pau.

Ana Júlia tem 14 anos e se sente lisonjeada por protagonizar este momento único. “Estou muito ansiosa, fazendo a contagem regressiva”. A jovem relatou alguns detalhes dos bastidores, como a escolha do primeiro vestido de gala, que inaugurará na pista de danças do salão social CTC, bem como os motivos que a levaram a optar pelo debut, considerado conservador por boa parcela das garotas, que prefere investir o dinheiro do evento numa viagem. Porém, ela aponta que a ocasião é única, um marco que não pode passar em branco. Já as viagens podem ocorrer no decorrer da vida.

A mãe da jovem revelou “a ideia de debutar partiu da própria Ana Júlia. A mim e a meu marido coube dar o suporte para realização des¬se sonho de menina almejado por muitas mulheres. Eu queria ter tido um baile, mas na época o evento não fazia parte da realidade da minha família ”, conta Cláudia, que anexou os valores sociais à vida de sua família a partir do envolvimento do seu pai na função de ecônomo deste clube lajeadense, onde acontecerá o baile.

A programação em torno ao glamuroso evento iniciou em agosto, quando a turma de debutantes e seus pais participaram do lançamento do evento no CTC. No mês de setembro participaram de uma sessão de moda organizada por uma renomada grife lajeadense. Em setembro foi feito um passeio à Serra Gaúcha, com visita a pontos turísticos e a paisagens paradisíacas da exuberante rota romântica. E no final da tarde de ontem, as 12 moças desfilaram em carro aberto pelas ruas de Lajeado, seguido de ensaio com coquetel.

No baile de sábado, haverá um desfile individual das 12 futuras damas, seguido de desfile com o pai e a mãe que as apresentam oficialmente à sociedade. Após as meninas dançarão a tão aguardada valsa com seus pais, e como rege a tradição, estes concederão a mão das filhas para uma dança com seus pares. O par de Ana Júlia é Thomaz Menerz de Souza.

O evento tem abertura às 22h. O desfile inicia às 23h e após o baile com animação da banda Cassino de Santa Cruz do Sul. O ingresso para não sócios é de R$ 35 antecipado e R$ 45 na noite.

Por Jaqueline Manica