Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 26 de Setembro de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Economia

Liquidações de inverno favorecem vendas para o Dia dos Pais

As expectativas para empresários do setor no Rio Grande do Sul são otimistas para a quinta melhor data do comércio varejista

, 13 de agosto de 2011 às 5h06

O Dia dos Pais, que neste ano será comemorado em 14 de agosto, é apontado como a quinta melhor data do comércio varejista. As expectativas para empresários do setor no Rio Grande do Sul são otimistas. De acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS), as vendas deverão crescer na comparação com os negócios realizados em 2010, sendo que as projeções variam de acordo com cada região.

O Dia dos Pais é a terceira melhor data para o comércio arroio-meense. Para João Fuhr, presidente da CDL, “a expectativa é de que as vendas tenham um aumento de 5% a 10% em comparação ao ano passado. Acreditamos que isso aconteça em função das vendas que vem aumentando ano após ano”. Entre as opções de presentes, Fuhr destaca os itens de confecção, calçados, eletrônicos e perfumarias. Outro fator que contribui para o aumento das vendas nessa época do ano são as liquidações de inverno, além de várias promoções que servem de atrativos para o consumidor.

Na avaliação do presidente da FCDL-RS e do Conselho Deliberativo do Sebrae/RS, Vitor Augusto Koch, as boas perspectivas para o varejo se devem não somente ao atual momento da economia no país, mas também à mudança no comportamento da família. “Com o passar dos anos, os homens conquistaram maior espaço dentro da estrutura familiar, contribuindo para a valorização do papel do pai. Esta mudança é perceptível no momento da compra”, observou o empresário. “Importante observar que o crédito continua em expansão, apesar de ser em um ritmo menor, o que favorece as vendas no varejo”, assegurou Koch.

As expectativas também apontam para o tíquete médio de R$ 130. As opções de presente ganharão preferência nos equipamentos eletrônicos e nos itens de vestuário, com roupas e calçados. Para estimular as vendas, as Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) de diferentes municípios do Estado trabalham com campanhas institucionais para movimentar o comércio local.

 

Por Jaqueline Manica