Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 04 de Julho de 2020

O Alto Taquari - Esportes

Jornal da Semana
O Alto Taquari

Inter é bi da Recopa

Com gols de Damião e Kléber, colorado conquista bicampeonato da Recopa Sul Americana, o oitavo título internacional desde 2006. O primeiro título de Dorival Júnior, em menos de duas semanas no comando técnico do Inter.

, 25 de agosto de 2011 às 11h35

Mais um título para os torcedores colorados comemorarem. Mais de 39 mil colorados, confiantes na conquista do título, lotaram o estádio Beira Rio para apoiar a equipe. E a recompensa não foi em vão. Para levantar a taça o Inter precisava vencer por dois gols de diferença, revertendo o resultado obtido na Argentina, quando foi derrotado por 2 x 1 pelo Independiente.

                Em menos de duas semanas no comando colorado, Dorival Júnior deu uma nova cara à equipe na partida de domingo contra o Flamengo, colocando Andrezinho e Dellatorre no lugar de Tinga e Jô. Uma equipe mais ofensiva estava formada e o resultado também apareceu na noite de quarta-feira.

                O Inter estava bem posicionado ofensivamente e, aproveitando a vitalidade de Damião, Oscar e Dellatorre, deu um ritmo mais veloz à partida. 20 minutos, esse foi o tempo que Damião precisou para romper a barreira argentina. Lançado por Guiñazu no lado direito, dominou a bola diante de dois marcadores e com um bico na bola que pegou o goleiro Navarro desprevenido, marcou o 1 x 0. O caminho para a vitória estava aberto. Cinco minutos depois, Damião pegou o rebote de uma disputa entre Dellatorre e Velázquez, ganhou a disputa de Milito e bateu de pé esquerdo, sem chances para o goleiro argentino: 2 x 0. A essa altura a Recopa parecia decidida.

                Mas, a resposta argentina veio aos três minutos do segundo tempo. Velázquez aproveitou lançamento de Ferreyra e marcou: 2 x 1. O resultado levaria a partida para a prorrogação. O Inter sentiu o gol, e perdeu a estabilidade dentro de campo. D’Alessandro machucado e Dellatorre cansado, deram oportunidade para Andrezinho e Jô jogarem. As substituições deram contribuíram para o Inter voltar a ser o mesmo do primeiro tempo. Aos 38 minutos após lançamento de Andrezinho, Jô foi derrubado dentro da área. Pênalti. Kléber se responsabilizou pela cobrança e marcou o gol do título.

                Após o terceiro gol, o estádio pintado de vermelho e branco soltava o grito de Bicampeão. Os torcedores e comissão técnica pediam desesperadamente pelo final do jogo. Aos 49 minutos, o árbitro Jorge Larrionda apontou para o centro do campo para que finalmente os mais de 35 mil colorados presentes no estádio, pudessem soltar o grito de Bicampeão.

Por Solano Linck