Jornal O Alto Taquari  .  Arroio do Meio, 11 de Julho de 2020

O Alto Taquari

Jornal da Semana
Economia

Agroind inicia quarta-feira

Avanços na busca de formalização de 7,7 mil agroindústrias no RS é um dos objetivos da feira

, 8 de julho de 2011 às 19h06

A segunda edição da Feira Nacional de Máquinas, Equipamentos, Produtos e Serviços para a Agroindústria Familiar- Agroind 2011, inicia na próxima quarta-feira, dia 13 e se estende até 17 de julho, no Parque do Imigrante,em Lajeado (RS). Terá uma grade especial de eventos técnicos para tratar exclusivamente da questão dos orgânicos e palestra motivacional com agroindústrias, em que serão relatadas experiências de produtores que obtiveram sucesso no negócio; a questão da certificação de orgânicos e curso que transmite noções introdutórias para a prática. Haverá ainda a audiência pública que tratará sobre a agroindústria familiar viável, que contará com a participação de técnicos e líderes identificados com o setor. Ainda estão previstos para a feira eventos técnicos com palestras, rodada de negócios e a feira da agroindústria, com participação de expositores de cinco estados.

O número de agroindústrias presentes, incialmente previsto em 260 teve um decréscimo para 194, devido à falta de captação de recursos necessários para bancar a vinda e instalação das agroindústrias no evento, comenta o presidente Oreno Ardêmio Heineck. Cerca de 160 agroindústrias estão garantidas pelos recursos de R$ 250 mil oriundos do Ministério da Agricultura, do governo do Estado, de patrocinadores e pela venda de espaços. Outras 34 estarão na feira por conta. Do Vale do Taquari são 50 agroindústrias que estarão presentes na feira.

Heineck salienta que o foco voltado para a agricultura familiar é de extrema relevância para o Estado que ainda mantém 7,7 mil atuando na informalidade e apenas 560 formalizadas. Ele acredita que o evento vai mexer com a vontade política para estruturar e fazer os investimentos necessários, inclusive de mão de obra, para o alinhamento dos municípios, Estado e União para a efetiva implantação do Suasa. Afirma também que o mercado consumidor irá crescer e a região poderá se tornar líder na organização, formalização e desenvolvimento de bons programas de agroindústrias familiares.

A expectativa é de que os municípios se organizem e enviem caravanas para visitar a Agroind que contará, além dos eventos técnicos, com espaço para café colonial e bufê, mostra de tecnologia em máquinas e equipamentos e exposição de produtos. Mais de 50 mil pessoas são aguardadas para esta 2ª edição da Agroind.

Por Jaqueline Manica

Heineck acredita que a região pode se tornar líder na organização de programas de agroindústrias familiares